Escolha uma Página
Compartilhe os Colegas!
Criminalistas se solidarizam com juíza agredida no Fórum o Butantã em São Paulo
5 (100%) 7 vote[s]

Em ofício encaminhado à Juíza Tatiane Moreira Lima, da Vara da Violência Doméstica do Fórum, o Conselho da Acrimesp – Associação dos Advogados Criminalista do Estado de São Paulo prestou sua solidariedade e apoio, em função do ataque e ameaça de morte sofrida pela Magistrada no último dia 30, uma situação que a Entidade considerou “não somente uma violência contra a pessoa, mas principalmente contra a própria Justiça”.

Criminalistas se solidarizam com juza agredida no Frum o Butant em So Paulo

Juíza Tatiane Moreira Lima (Foto: )

O presidente do Conselho, Ademar Gomes, enalteceu “a coragem e determinação da Juíza, que anunciou não abandonar seu trabalho do Fórum em função do episódio sofrido. Os danos físicos e emocionais certamente abalam a pessoa, mas podem ser superados. Entretanto, os serviços que Vossa Excelência presta à Sociedade, como juíza de uma Vara tão importante como a Vara da Violência Doméstica, não podem jamais ser interrompidos”.

Criminalistas se solidarizam com juza agredida no Frum o Butant em So Paulo

Dr Ademar Gomes, presidente do Conselho da Acrimesp (Foto: Cleber Carvalho)

Gomes ressaltou ainda que “em que pese todos os avanços e conquistas de direitos que as mulheres obtiveram ao longo dos anos, ainda há muito que se alcançar, especialmente contra a violência sofrida por elas, quer no âmbito profissional, quer no âmbito doméstico. A Lei Maria da Penha, por sua vez, estabeleceu mecanismo para coibir essa violência especialmente no âmbito doméstico. Mas os dados ainda são alarmantes. Por eles, sabemos que o Brasil registrou, nos dez primeiros meses do ano passado, 63.090 denúncias de violência contra a mulher. Ou seja, um relato a cada 7 minutos no País. Entre estes registros, quase metade corresponde a denúncias de violência física e 58,55% foram relatos de violência contra mulheres negras”.

fonte: jusbrasil.com.br

Compartilhe os Colegas!
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com