Escolha uma Página
Compartilhe os Colegas!
Como processar a Oi, Claro, Tim ou Vivo
5 (100%) 10 vote[s]

O maior número de reclamações contra as operadora de celulares Oi, Vivo, Claro e Tim refere-se à demora no atendimento e retorno para a solução de problemas tais como falha na conexão da internet veloz, queda na cobertura de sinal impedindo a realização de ligações, atrasos na instalações das linhas telefônicas, impossibilidade de comunicação entre o consumidor e as Centrais de Atendimento, ausência de retorno do contato, dentro outros.

Como processar a operadora Oi

Os consumidores que sofrem com esses problemas frequentemente se questionam: Como processar a Oi, Claro, Tim ou Vivo? São vários os relatos de problemas encontrados em uma simples busca da internet e nos comprovam que os erros são os mesmo nas quatro:

“Serviço péssimo e atendimento igualmente repugnante. Tim,Vivo, Claro e Oi, todas apresentam problemas”

“O servidor da Oi estava com problemas de conexão e quando eu pedia para baixar o PDF do contrato não conseguia acesso. Eu entrei em contato com a Oi e eles me deram outro servidor deles para navegar e novamente ocorreu o mesmo problema de conexão.”

Como processar a Oi, Claro, Tim ou Vivo?

Caso não consiga resolver seu problema através dos canais Anatel e Procon (é necessário que antes de tudo tente-se resolver o problema através destes órgãos), o consumidor pode procurar a Justiça. A maior parte dos casos pode ser resolvida através do Juizado Especial Cível, popularmente conhecido como “tribunal de pequenas causas”, que tem competência conciliação, processo e julgamento das causas cíveis de até 40 salários mínimos.

O interessado deverá dirigir-se ao JEC mais próximo de sua residência, munido dos documentos pessoais (inclusive comprovante de residência) e todos os documentos relacionados à causa.

Localize o JEC mais próximo de sua residência através do site do Tribunal de Justiça do seu estado.

Para ações de valor até 20 salários mínimos, não é necessário contratar advogado, apesar de ser recomendado. Se o valor for entre 20 e 40 salários mínimos, é necessário ser representado por advogado.

O Juizado Especial é mais rápido e menos burocratizado que a Justiça comum e costuma ser suficiente. Entretanto, em alguns casos será necessário ajuizar a ação na Justiça Comum, a critério do advogado.

Lute por seus direitos.

fonte: jusbrasil
Compartilhe os Colegas!
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com