Escolha uma Página
Compartilhe os Colegas!

Sem título

O presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, terá um encontro nesta quarta-feira com o secretário de Segurança de Santa Catarina, César Grubba, para discutir o caso da morte do advogado Roberto Caldart. No encontro, Lamachia cobrará agilidade na apuração do caso.

Caldart ocupava o cargo de secretário-geral da subseção da OAB de Palhoça, cidade da região metropolitana de Florianópolis. Ele foi morto nessa terça-feira enquanto trabalhava. A Justiça determinou a prisão temporária de cinco policiais militares suspeitos de envolvimento no caso.

Nesta quarta, Lamachia participará dos ritos fúnebres. O enterro está marcado para as 17h.

“É preciso apurar o caso e mostrar que esse tipo de situação é inaceitável. O advogado é fundamental para a democracia e portanto este crime se revela um atentado ao próprio sistema da justiça”, afirmou Lamachia ao saber da morte de Caldart na terça-feira.

De acordo com relatos do jornal “Diário Catarinense”, Caldart pode ter sido alvo de uma emboscada ao atender chamado de clientes ameaçados de reintegração de posse. Outra hipótese levantada pelos relatos do jornal é que o advogado teria sido morto quando atuava em favor desses clientes.

“O assassinato de um advogado em pleno exercício profissional constitui grave atentado à administração da Justiça e não pode ser tolerado. Um ataque ao profissional é um ataque ao  Estado”, disse o presidente da seccional catarinense da OAB, Paulo Brincas.

fonte: oab
Compartilhe os Colegas!
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com