Escolha uma Página
Compartilhe os Colegas!

000-1750602028

O presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, participou nesta segunda-feira, 30 de maio do 2º Colégio de Presidente de Seccionais da OAB-BA, em Salvador. Após o encontro, Lamachia falou a respeito do atual cenário político e disse ter a convicção de que “vamos sair dessa crise muito maiores do que entramos”. Ele esteve acompanhado do presidente da OAB-BA, Luiz Viana Queiroz, e de todos os presidentes das subseções da OAB na Bahia.

“A OAB continua coerente com as suas posturas. Quando foi anunciado o Ministério interino, criticamos a presença dos nomes de ministros investigados. Não se trata de negar o direito de defesa dessas pessoas, mas sim de se esperar que o governo traga um novo patamar ético para a política brasileira”, disse o presidente nacional da OAB. “A OAB defende que pessoas que assumam a política brasileira estejam acima de qualquer suspeita. O que dissemos antes está sendo confirmado, porque um Ministério com pessoas investigadas não seria bom para o Brasil”, afirmou Lamachia.

O presidente disse ainda que aguarda o início dos julgamentos relacionados à Operação Lava Jato para que a sociedade brasileira possa ter respostas definitivas quanto aos culpados. De acordo com Lamachia, essas respostas só poderão ser dadas depois dos julgamentos. “A sociedade brasileira quer respostas. Mas isso só vai acontecer após o julgamento desses processos. A política não dá resultados. Os atores políticos não conseguem conversar e compatibilizar uma agenda que seja construtiva para o Brasil”, declarou o presidente nacional da OAB.

fonte: oab
Compartilhe os Colegas!
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com