Escolha uma Página
Compartilhe os Colegas!

Departamento de Operação do Sistema Viário (DSV) negou que as vias sejam rodovias, como diz mensagem de redes sociais

Uso de farol baixo já era obrigatório para ônibus e moto, além de todos os veículos em túneis

Uso de farol baixo já era obrigatório para ônibus e moto, além de todos os veículos em túneis

A lei que obriga os motoristas a circularem com o farol baixo aceso durante o dia em rodovias de todo o Brasil foi sancionada em maio pelo presidente interino Michel Temer e começou a valer na última sexta-feira (8), mas muitas dúvidas sobre essa nova norma ainda persistem.

Nos últimos dias, começou a circular uma mensagem nas redes sociais alertando os motoristas a acender o farol baixo durante o dia também nas marginais Tietê e Pinheiros, em São Paulo, já que elas seriam rodovias em trechos urbanos.

Porém, o Departamento de Operação do Sistema Viário (DSV) da Secretaria de Transportes de São Paulo afirmou, em nota, que as marginais não são vias rodoviárias. “São parte da malha viária urbana, o que não obriga a utilização do farol baixo durante o dia, conforme a legislação vigente”, continua o texto.

O DSV informou também que nada proíbe o motorista de usar o farol aceso dentro da cidade. O uso, nesse caso, apenas “contribuiria para aumentar a segurança no trânsito”.

Mensagem alertando motoristas a usar o farol baixo nas Marginais foi passada pelo WhatsApp

Nova legislação

Os Condutores que forem pegos circulando sem o farol baixo aceso nas estradas serão autuados com uma infração média, resultando em multa de R$ 85,13 e acréscimo de quatro pontos na carteira de habilitação. O valor irá aumentar a partir de novembro, quando as infrações médias passarão a acompanhar uma cobrança de R$ 130,16 ao infrator.

O objetivo é aumentar a segurança nas estradas, uma vez que o uso dos faróis durante o dia tornará os veículos mais visíveis. De acordo com a Polícia Rodoviária, é possível avistar um carro com a luz acesa a uma distância de 3 km. O projeto de lei foi de autoria do senador José Medeiros (PSD-MT).

O uso do farol baixo durante o dia já era obrigatório para ônibus e motocicletas, além de todos os veículos dentro de túneis. O motorista deve ficar atento para não confundir a nova norma com o farol de milha, de neblina ou farolete. Já o uso faróis de rodagem diurna (DRL) ou de LED, presentes em carros mais modernos, estão dentro da legislação, segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Fonte: JusBrasil

Remover Mutas de Trânsito v2

Compartilhe os Colegas!
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com