Compartilhe os Colegas!
Longa ou curta? Tamanho da petição inicial importa?
5 (100%) 11 votes

Objetivo ou detalhista? Como deve ser a petição ideal?

Sempre que eu começo a escrever uma petição eu tento ser objetivo, levando em conta o mito (ou verdade 🤔) de que Juiz não lê petição. Eu tenho até uma meta pessoal – quase um lema – de que qualquer petição cabe em no máximo sete páginas. Por enquanto eu estou dentro desse limite e nunca tive problemas com objetividade. Já fiz petição de duas páginas, por exemplo, que não deixaram nada a desejar.

Basicamente minha estrutura é o feijão com arroz de sempre:

  • Fato – o que aconteceu e por que vou pedir alguma coisa;
  • Direito – o que fundamenta o que vou pedir;
  • Pedidos – o que eu quero;

Sempre foco em objetividade, evito termos desnecessários e puramente comoventes, CAPS LOCK (nunca!), alguns negritos (sim!).

Vocês, que advogam normalmente tentam ser objetivos ou gostam de investir em uma petição longa e mais analítica?

Existe um tamanho ideal?

O que é essencial numa petição inicial, não só tecnicamente falando?

Tamanho importa?

Material esquematizado para guiar a elaboração de petições otimiza o tempo de profissionais da esfera cível, e já ajudou desde advogados experientes até estudantes que atuam no mercado. SAIBA MAIS…

Escrito por: Evinis Talon
Fonte: Jusbrasil

Compartilhe os Colegas!
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com
Torne-se membro e receba conteúdos gratuitos.

Torne-se membro e receba conteúdos gratuitos.

 

Receba gratuitamente conteúdos exclusivos da área jurídica diretamente em seu e-mail.

Cadastro efetuado com sucesso.